Em qualquer viagem internacional precisamos pensar
sobre o câmbio de moedas. Aqui vamos te ajudar a
entender melhor a moeda chilena e dar dicas para
você economizar ao fazer a troca.

A moeda do Chile é o peso chileno. A princípio vai parecer
bem complicado entender a lógica da moeda, já que ela é
cheia de zeros e os números são altos. Mas com o tempo
e algumas dicas logo você se acostuma.
Existem 5 notas:
1.000 pesos
2.000 pesos
5.000 pesos
10.000 pesos
20.000 pesos

Moedas do Peso Chileno
Também tem moedas no mercado:
1 peso
5 pesos
10 pesos
50 pesos
100 pesos
500 pesos

Câmbio de Real para Pesos
Quanto vale esses valores quando convertemos em
reais?
O câmbio tem variado bastante, mas se eu tiver que dizer
um valor médio dos últimos meses seria:
1 real = 170 pesos

Então para qualquer conversão você tem que dividir o
valor do pesos pela taxa de câmbio, como exemplo:
10.000 pesos / 170 = R$ 58,82

Outra forma de calcular mais aproximada é: cortar os 3
últimos zeros do pesos e multiplicar por 6:
10.000 x 6 = R$ 60,00

Dica: não ignore as moedinhas. Se você
fizer a conversão vai ver que 500 pesos
equivalem a quase 3 reais!

Câmbio de Dólar para Pesos
Em média 1 dólar = 665 pesos
Então para saber converter você também dividi o valor em
pesos pela taxa de câmbio:
10.000 pesos / 665 = U$15,03
Lembrando que os valores citados acima são valores
médios e que as taxas de câmbio variam bastante,
inclusive de acordo com o local que você vai fazer a troca.
Em Santiago, por ser um grande centro comercial, as
taxas de câmbio sempre serão melhores do que aqui em
San Pedro de Atacama (em média uma diferença de 10
pesos a mais por cada real ou dólar).

Agora vamos a dicas práticas para sua viagem!
Deixe para trocar seu dinheiro aqui no Chile.
Não compensa já sair do Brasil com pesos chilenos.
Se você tiver uns dias em Santiago antes de subir
para o Deserto, já troque tudo o que você vai precisar
por lá. O melhor local em Santiago para trocar
dinheiro é no centro, perto do Palácio da Moeda, em
uma rua chamada Agustinas. Ali tem diversas casas
de câmbio, recomendo ir andando na rua e avaliando
qual oferece melhor taxa (em geral tem uma placa na
porta das agências com os valores). Já aqui em San
Pedro o melhor local para trocar é na Rua Toconao
(cruza a Rua Caracoles na altura da Farmácia Cruz
Verde). Também recomendamos entrar em várias e ir
negociando a melhor taxa. Nos aeroportos de
Santiago e de Calama tem casas de câmbio, para
trocar o essencial para o seu primeiro dia. Em geral
as taxas no aeroporto são piores que nas cidades.

  1. Será que compensa levar real ou dólar?
    A resposta é: depende! Você vai precisar fazer
    contas! Muitas vezes as pessoas no automático
    dizem que trocar real por dólar e dólar por peso você
    “perde” duas vezes na conversão, mas isso não é
    regra! Você só precisa de paciência para fazer os
    cálculos e também precisa saber as taxas de câmbio
    das duas moedas para pesos, com base no Chile e o
    valor do dólar turismo no Brasil. Uma dica para
    acompanhar as taxas no Chile é o site https://
    http://www.cambiosantiago.cl/ E você deve acompanhar a
    cotação de COMPRA dos pesos (você tem reais e
    quer comprar pesos).
    Valores tirados do site no dia 06/04/2019
    Vamos te ensinar o cálculo correto:
    Você deve dividir a taxa de câmbio do dólar (compra)
    pela taxa de câmbio do real (compra).
    Dólar / Real = 665 / 172 = 3,86
    Esse é o valor referência para você decidir se vale a
    pena trazer dólar ou pesos. Se você consegue comprar 1
    dólar no Brasil por menos de R$3,86 , vale a pena trazer
    dólar. Agora se para comprar 1 dólar no Brasil você
    precisa gastar mais de 3,86, compensa trazer reais para o
    Chile.
    Lembre-se sempre: câmbio é um produto e
    varia dia a dia e também varia de acordo
    com o local que você compra. Geralmente
    em locais menores ou muito turísticos o
    câmbio sempre será menor.
  2. Trouxe dinheiro mas fez errado os cálculos e percebeu
    que está faltando dinheiro?
    Não se preocupe! Há opções
    de sacar dinheiro por aqui!
    A primeira opção é usar um cartão de débito/crédito
    internacional e que esteja desbloqueado (a maioria você
    desbloqueia direto no aplicativo do seu banco). Essa
    opção pode ter um custo maior porque a cada saque o
    banco aqui do Chile te cobrará uma taxa que pode variar
    de CPL 3.000 e CPL 6.000 pesos mais o IOF de 6,38%
    que pagamos por operações financeiras em moeda
    estrangeira.
    Então vamos as dicas de onde fazer isso aqui em San
    Pedro de Atacama:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *